Portal TRF5 - Imprensa
  • SIC – Serviço de Informação ao Cidadão
  • Palestra no TRF5 debate sobre motivação básica da vida
    Última atualização: 15/09/2020 às 19:38:00



    Magistrados e servidores do Tribunal Regional Federal da 5ª Região-TRF5 tiveram a oportunidade de debater, na tarde de hoje (15), sobre questões da condição humana, na palestra “Dizer Sim à Vida: a Superação do Sofrimento Humano na Perspectiva da Logoterapia e Análise Existencial”. O evento foi realizado através da plataforma Zoom.

    Em uma iniciativa relacionada à campanha “Setembro Amarelo”, movimento de prevenção do suicídio, o Núcleo de Assistência à Saúde (NAS) do TRF5 convidou o psicólogo e psicoterapeuta Valdir Barbosa Lima Neto para expor as contribuições da escola de pensamento psicológico da Logoterapia e Análise Existencial para o enfrentamento do sofrimento humano, com ênfase no atual contexto de isolamento social causado pela pandemia da Covid-19.

    A juíza federal auxiliar da Presidência do TRF5, Joana Carolina Lins Pereira, abriu os debates. A magistrada agradeceu a presença dos participantes e elogiou a proposta da palestra de cuidado com a vida. “Não podemos nos preocupar apenas com produtividade, apenas com números. A gente tem que se importar, sobretudo, com o nosso bem-estar”, afirmou Joana Carolina. Na palestra, o psicólogo explorou as potencialidades humanas, inclusive frente ao sofrimento. “A vida é plena de sentidos sobre quaisquer circunstâncias, até mesmo as mais degradantes e horrendas. O ser humano é movido fundamentalmente por uma sede, por uma busca existencial de ver sentido na vida”, assegurou Valdir.

    Logoterapia – Criada pelo psiquiatra Viktor Frankl, a Logoterapia é um conjunto de teorias que buscam sentido para a existência humana, auxiliando cada indivíduo a encontrar o propósito da vida. Em um de seus livros mais famosos, “Em Busca de Sentido”, Viktor narra suas vivências como prisioneiro e sobrevivente de campos de concentração, na Alemanha nazista, e descreve como a experiência o levou à descoberta da Logoterapia.​


    Por: Divisão de Comunicação Social do TRF5 - comunicacaosocial@trf5.jus.br





    Mapa do site