Portal TRF5 - Imprensa
  • SIC – Serviço de Informação ao Cidadão
  • Justiça Federal da 5ª Região produz mais de 500 mil atos durante regime de teletrabalho
    Última atualização: 19/06/2020 às 16:26:00


    Produtividade se refere ao período de 20 de março a 19 de junho

    O Tribunal Regional Federal da 5ª Região – TRF5 analisou os dados de produtividade na área judiciária, após três meses em regime de teletrabalho: do dia 20 de março, quando teve início o trabalho remoto, até hoje (19), o TRF5 e as Seções Judiciárias vinculadas editaram 523.292 mil atos processuais, um total de 47.505 atos a mais em comparação ao mesmo período do ano passado. Entre o total de atos editados até o momento, estão incluídos 95.798 sentenças, 82.654 decisões, 47.743 acórdãos e 297.097 despachos. 

    Em 2019, no período de 20 de março a 19 de junho, foram proferidas 130.188 sentenças, 90.138 decisões, além de 40.183 acórdãos e 215.278 despachos, totalizando 475.787 atos processuais.

    O acompanhamento dos dados da produtividade na 5ª Região tem sido feito periodicamente pelo TRF5, para se certificar de que o regime diferenciado de trabalho tem dado certo. As informações estão sendo sistematizadas diariamente pela ferramenta Business Intelligence (BI).

    Em razão da pandemia do Novo Coronavírus (Sars-CoV-2), magistrados, servidores, estagiários e colaboradores da JF5 se encontram em regime de trabalho prioritariamente remoto, previsto no Ato nº 112/2020 da Presidência da Corte. A medida adotada pelo TRF5 segue as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde para restrição de contatos sociais, além das orientações contidas nas Resoluções nº 313/2020, nº 314/2020 e nº 318/2020, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que disciplinam a atuação do Poder Judiciário durante a pandemia.

    De acordo com a Presidência do TRF5, ainda não há previsão para a retomada das atividades presenciais, o que só deverá ocorrer quando for seguro para todos os públicos do TRF5, tanto internos quanto externos.


    Por: Divisão de Comunicação Social do TRF5 - comunicacaosocial@trf5.jus.br





    Mapa do site