Logo da República do Brasil - Justiça Federal da 5ª Região
Link do Tribunal Regional Federal da 5ª Região
Imagem do Portal da Justiça Federal
Portal da Justiça Federal da 5ª Região TRF5 Sustentável Selo Justiça em Números

TRF5 suspende sessões presenciais das Turmas e do Pleno por 30 dias

19/03/2020 às 16:50:00

Resolução considera as recomendações de combate à propagação do COVID-19

O Pleno do Tribunal Regional Federal da 5ª Região – TRF5 suspendeu, por meio da Resolução nº 3/2020, publicada nesta quinta-feira (19), as sessões presenciais das Turmas e do Pleno, a partir de amanhã, pelo prazo de 30 dias. Por conta disso, o julgamento dos processos incluídos nas pautas das sessões que deixarem de ser realizadas dependerá de nova inclusão em pauta, ainda sem data prevista, com intimação das partes.


A Resolução considera as recomendações de combate à propagação do COVID-19, com elevados índices de contágio e taxa de mortalidade majorada entre idosos e pessoas com doenças crônicas, além da necessidade de reduzir as chances de contágio nas dependências do TRF5.


Medidas preventivas - Desde a classificação, pela Organização Mundial da Saúde (OMS), do Novo Coronavírus (COVID-19) como uma pandemia, o TRF5 já editou outros dois Atos e uma Portaria com medidas preventivas para evitar a propagação dos casos de contaminação por COVID-19. Na última segunda-feira (16), foi publicado o Ato nº 104/2020 adotando, entre outras medidas, a suspensão dos prazos processuais de processos físicos até o dia 29 de março, além de recomendar a suspensão de audiências e perícias e, em casos de impossibilidade de remarcação, a adoção de videoconferência. Também foi vetado o acesso ao público externo às dependências do TRF5, sendo assegurado acesso aos advogados, procuradores e defensores públicos que tenham interesse direto em processos sob julgamento.


Ainda no último dia 16/03, o presidente do TRF5 em exercício, desembargador federal Lázaro Guimarães, assinou a Portaria nº 154/2020, suspendendo o limite máximo de 40% de pessoal autorizado para o teletrabalho. Também foi determinado que os funcionários terceirizados maiores de 60 anos e/ou portadores de doenças crônicas, que compõem o grupo de risco de aumento de mortalidade por COVID-19, evitassem comparecer ao trabalho.


Alguns dias antes, no dia 12 de março, o Tribunal publicou o Ato nº 101/2020, recomendando a magistrados, servidores, estagiários e colaboradores egressos de viagem a países enquadrados na terceira fase epidemiológica (de transmissão comunitária) que aguardassem 7 dias antes de se apresentarem ao trabalho, devendo entrar em contato telefônico com o Serviço Médico do Tribunal ou das Seções Judiciárias vinculadas antes do retorno.

Confira aqui a íntegra da Resolução:


Autor: Divisão de Comunicção Social do TRF5

 Imprimir 

Top