Logo da República do Brasil - Justiça Federal da 5ª Região
Link do Tribunal Regional Federal da 5ª Região
Imagem do Portal da Justiça Federal
Portal da Justiça Federal da 5ª Região TRF5 Sustentável Selo Justiça em Números

Presidente do TRF5 recebe título de Cidadão do Recife

08/11/2018 às 20:27:00

Homenagem foi realizada no plenário da Casa de José Mariano

A Câmara Municipal do Recife concedeu, na tarde desta quinta-feira (8/11), o título de Cidadão do Recife ao presidente do Tribunal Regional Federal da 5ª Região – TRF5, desembargador federal Manoel Erhardt. A homenagem, que ocorreu no plenário da Casa de José Mariano, ao som de apresentações do quinteto de cordas da Orquestra Criança Cidadã, contou com a presença de familiares, amigos, servidores do TRF5, políticos e representantes de outros órgãos do Judiciário. Também prestigiaram o evento os desembargares federais Lázaro Guimarães, Carlos Rebêlo, Leonardo Carvalho, Edilson Nobre, Élio Siqueira e Paulo Cordeiro, além da juíza federal auxiliar da Presidência, Joana Carolina Lins Pereira.

O vereador Antônio Luiz Neto, autor da proposta de concessão do título, iniciou seu discurso destacando a trajetória acadêmica e profissional de Erhardt, que é natural de Gravatá e vive no Recife há 53 anos. “O desembargador Manoel Erhardt tem um currículo que narra a trajetória de um cidadão cuja vocação expressa as características de um predestinado para defesa das Ciências Humanas e do Direito, em especial. Suas atividades profissionais foram desenvolvidas, ao longo dos anos, com esmero e uma inteligência voltada para edificação de um estado formal cumpridor das suas finalidades, honrando o pacto social da sua criação republicana”, elogiou o parlamentar.

Convidado para subir a tribuna da Câmara, Erhardt agradeceu a homenagem, citando o momento edificante e singular pelo qual foi lembrado. “Não posso esconder a emoção de encontrar-me neste prédio. Aqui já funcionou a escola que preparou tantas pessoas para o magistério. Sinto-me particularmente sensibilizado porque, neste prédio, minhas inesquecíveis mães, Celina e tia Adalgisa, realizaram as formações escolares que as habilitaram a servir ao Estado, anonimamente, beneficiando a tantos”, comentou o magistrado.

Num discurso marcado por lembranças de sua infância em Gravatá/PE e da adolescência no Recife, Erhardt citou diversos bairros da cidade, como Afogados, Santo Antônio, Ipsep, que fizeram parte de sua vida na capital pernambucana. Relembrou, também, os estudos no Ginásio Pernambucano e, posteriormente, na Faculdade de Direito do Recife, onde atualmente leciona. Durante sua fala, pontuada, ainda, pela descontração, arriscou cantar alguns versos de frevos de Capiba e Nelson Pereira e fez questão de agradecer à cidade por ter sido palco de seu bem mais valioso: a família nuclear. “Aqui me casei, em 1980, com a amada Vera, na igreja do Colégio Salesiano. Nasceram meus queridos filhos André, Thiago e Ana Carolina. Tenho meu primeiro neto, Davi, e nascerá, brevemente, a aguardada, esperada e já muito amada Maria Flor”, finalizou.


Autor: Divisão de Comunicação Social do TRF5 - comunicacaosocial@trf5.jus.br

 Imprimir 

Top