Logo da República do Brasil - Justiça Federal da 5ª Região
Link do Tribunal Regional Federal da 5ª Região
Imagem do Portal da Justiça Federal
Portal da Justiça Federal da 5ª Região TRF5 Sustentável Selo Justiça em Números

Saúde mental em tempos de pandemia: NAS divulga orientações para manter bem-estar

19/03/2020 às 17:40:00

A pandemia do COVID-19 vem exigindo uma série de rápidas mudanças e gerando um significativo desconforto na maioria das pessoas. As reações psicológicas desagradáveis variam desde ansiedade, medo, tédio e impaciência, até o aumento da frequência e intensidade de pensamentos negativos. A situação se torna mais intensa com a exposição concomitante a informações inadequadas e preocupações com perdas financeiras.  Diante desse cenário, o Núcleo de Assistência à Saúde do Tribunal Regional Federal da 5ª Região - TRF5 está divulgando orientações para evitar o estresse que acompanha o avanço da pandemia, com base nas recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).


Abaixo, seguem algumas medidas que podem proteger a sua saúde mental:


1.  Não minimize ou tente negar os perigos inerentes à pandemia.
2.  Escute suas emoções: o medo diante de uma ameaça real é uma emoção normal que precisa ser reconhecida e aceita, ao invés de ignorada.
3.  Limite o tempo gasto com pensamentos negativos, procurando distrações (televisão, filmes etc...) ou reservando um único tempo limitado do dia (nunca da noite) para se permitir pensar “em problemas e cenários ruins”.
4.  Evite assistir, ler ou escutar informações que lhe possam causar ansiedade: as únicas notícias indispensáveis são aquelas sobre medidas concretas a serem tomadas para proteger a si mesmo e aos outros. Manter-se informado é importante, mas não é necessário passar o dia à procura do último balanço da pandemia. Uma ou duas atualizações diárias, partindo de uma fonte confiável, num horário fixo é o suficiente.
5.  Compartilhe experiências positivas e imagens positivas relacionadas à doença. Pode ser de alguém que se recuperou após ter sido acometido ou de alguém que apoiou um paciente que se recuperou.
6.  Alterne o uso das mídias digitais com a realização de atividades relaxantes e estimulantes, longe das telas e equipamentos digitais.
7.  Cuide da alimentação, procure dormir bem e pratique alguma atividade física.

 

Para aqueles que estão em isolamento social ou venham a precisar observar a quarentena, recomendamos:
1. Orgulhe-se de si mesmo e de sua responsabilidade social: o seu isolamento, quando recomendado, é uma forma de ajudar a reduzir a possibilidade de outras pessoas ficarem doentes.
2. Estabeleça uma rotina para suas atividades diárias: trabalho remoto, atividades intelectuais, cuidados pessoais e refeições em horários regulares podem afastar o tédio.
3. Não deixe de se comunicar com os próximos e os amigos. Sobretudo para as pessoas que moram sozinhas, as mídias sociais são um importante recurso para manter ligações sólidas, obter amparo e proteção. Além disso, trocar ideias sobre a pandemia e até mesmo ironizar algumas situações ligadas a ela pode ajudar a diminuir a ansiedade e o medo.


Caso precise, baixe aqui uma cartilha com mais dicas:


Autor: Núcleo de Assistência à Saúde do TRF5

 Imprimir 

Top