Logo da República do Brasil - Justiça Federal da 5ª Região
Link do Tribunal Regional Federal da 5ª Região
Imagem do Portal da Justiça Federal
Portal da Justiça Federal da 5ª Região TRF5 Sustentável Selo Justiça em Números

Seminário e inauguração de galeria de fotos marcam 20 anos da Esmafe

25/11/2019 às 20:25:00

Quem é o juiz do século XXI? Qual o papel de uma escola de magistratura na formação desse cidadão? Foi com essa tônica que os ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Luiz Alberto Gurgel de Faria e Marcelo Navarro Ribeiro Dantas palestraram, ontem (25), durante o seminário comemorativo aos 20 anos da Escola de Magistratura Federal da 5ª Região – Esmafe, realizado na Sala Capibaribe do Tribunal Regional Federal da 5ª Região – TRF5. A palestra de Ribeiro Dantas teve como tema “As Escolas de Magistratura e a modernização do Judiciário”. Já Gurgel de Faria explorou “O papel das escolas de magistratura na formação do juiz do século XXI”.
Ambos apontaram para a importância de o juiz se aproximar da sociedade, respeitando os princípios constitucionais e a legislação brasileira, algo que as escolas de magistratura vêm ajudado a promover. Ribeiro Dantas destacou a necessidade de instrução contínua do magistrado. “O juiz é uma obra eternamente em andamento. Por mais experiente que seja, por mais que tenha cursos, nunca está inteiramente pronto, ele sempre poderá aprender alguma coisa”, assegurou. Já Gurgel de Faria ratificou a relevância das escolas na formação dos juízes. “A gente tem que mostrar à população o estamos fazendo e, nesse aspecto, eu quero registrar o papel das escolas de magistratura no aprimoramento do magistrado, seja no início (da carreira), quando vai efetivamente para a jurisdição, ou depois, no aperfeiçoamento do juiz”, reiterou.

Antes das palestras, os desembargadores federais Lázaro Guimarães e Rogério Fialho Moreira, vice-presidente do TRF5 e diretor da Esmafe, respectivamente, abriram o evento comemorativo, saudando os presentes. Fialho fez um breve histórico da Esmafe, reafirmando a profissionalização das escolas federais e a qualidade da formação continuada prestada aos magistrados pela instituição. “Nesses 20 anos, a Esmafe tem se consolidado como uma escola de magistratura reconhecida pela excelência de seu corpo docente e pela qualidade de suas ações formativas, planejadas e executadas de acordo com diretrizes pedagógicas que norteiam a mais moderna e efetiva educação judicial”, destacou. O ministro José de Castro Meira, primeiro diretor da Esmafe, presidiu a mesa de abertura do Seminário.

Prestigiaram as comemorações os desembargadores federais Paulo Roberto de Oliveira Lima, Fernando Braga Damasceno, Roberto Machado, Paulo Cordeiro, Cid Marconi, Carlos Rebêlo, Élio Siqueira e Leonardo Carvalho; os desembargadores federais eméritos Ridalvo Costa e Francisco de Queiroz Cavalcanti, hoje diretor da Faculdade de Direito do Recife (UFPE); o presidente da Ajufe, juiz federal Fernando Mendes; os desembargadores Jones Figueiredo e Ivan Valença, diretores das escolas judiciais do TJPE e do TRT6, respectivamente; os advogados José Paulo Cavalcanti Filho e Bruno Baptista, presidente da OAB-PE; juízes federais da 5ª Região; e servidores.

Galeria de fotos - A celebração de aniversário de duas décadas da Esmafe também foi marcada pela inauguração da Galeria de fotos dos ex-diretores da instituição, em exposição no edifício da Escola. A Galeria está aberta ao público das 7h30 às 17h.


Autor: Divisão de Comunicação Social do TRF5 - comunicacaosocial@trf5.jus.br

 Imprimir 

Top