Logo da República do Brasil - Justiça Federal da 5ª Região
Link do Tribunal Regional Federal da 5ª Região
Imagem do Portal da Justiça Federal

NAS promove evento de incentivo ao cadastro de doadores de medula óssea

26/09/2017 às 19:51:00

O transplante pode beneficiar o tratamento de cerca de 80 doenças em diferentes estágios e faixas etárias

Solidariedade, cooperação, ajuda ao próximo. Essas são palavras que ouvimos frequentemente no nosso cotidiano, mas nem sempre paramos para pensar se praticamos essas ações na nossa rotina. Com o objetivo de motivar os servidores para doação, e dentro das atividades previstas no projeto “Incentivo à Solidariedade e Prevenção da Violência no Trabalho”, o Núcleo de Assistência à Saúde (NAS) do Tribunal Regional Federal da 5ª Região - TRF5 promove, no dia 5/10, um evento sobre a doação de medula óssea. Estão previstas a realização de uma palestra sobre o tema e a coleta da amostra de sangue (cerca de 5ml) para os voluntários que quiserem fazer o cadastramento para doação de medula óssea. A coleta será no NAS, das 10h às 16h. Já a palestra ocorrerá em dois horários: às 11h, na Sala Capibaribe, e às 14h, na sala das Turmas Sul. As atividades terão o apoio da Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (Hemope).

Conscientização - A rede de solidariedade não ficará restrita aos que trabalham no Tribunal. Familiares e amigos dos servidores que quiserem participar da palestra ou fazer o cadastro também poderão comparecer ao evento. A ideia é conscientizar as pessoas sobre a importância da doação de medula, pois a falta de doador compatível ainda é a principal dificuldade. As chances de compatibilidade são de 1 em cada 100 mil pessoas, em média. Dentre os membros da família, a possibilidade de ter alguém compatível é de apenas 20% a 30% dos casos. Mas o cadastramento nacional em massa torna muito provável a identificação de um doador compatível e a realização do transplante de medula óssea, que pode beneficiar o tratamento de cerca de 80 doenças em diferentes estágios e faixas etárias.

Confira abaixo os pré-requisitos para fazer o cadastramento de doador:

* Ter de 18 a 55 anos;

* Gozar de boa saúde;

* Não ter doença infecciosas transmissíveis pelo sangue;

* Apresentar RG original;

* CPF;

* Cartão SUS, caso possua.

 

 


Autor: Divisão de Comunicação Social do TRF5

 Imprimir 

Top